Home Data de criação : 08/12/09 Última atualização : 11/10/17 12:32 / 3 Artigos publicados

Sim, O AMOR EXISTE!  escrito em terça 09 dezembro 2008 15:10

Blog de romances :Histórias que Marcam!, Sim, O AMOR EXISTE!

Essa história é um romance adolescente, de dois jovens onde amenina por várias decepções amorosas desiste de acreditar na beleza do amor.

Só que depois de conhecer o mateus ela começa a redescobrir o AMOR! essa história fantástica vc vai curtir durante todo o mês a cada dia uma página será posta..

Divirta-se!!!

 

permalink

A decepção!  escrito em terça 09 dezembro 2008 15:48

Oie, meu nome é Camilla Castro, mas minhas amigas preferem me chamar de Milla, ahh! Falar nelas, vou apresentar a vocês, uma é beatriz, uma menina fantástica, é daquele tipo a mais doidinha da turma; e a outra é Penélope, Boa amiga, linda, e é aquela em que os meninos se apaixonam, porque ela é muito bonita mesmo! E eu sou a meiguinha da turma, aquela sonhadora, a princesinha !

Vou começar a contar a minha história amorosa!

Eu e minhas amigas estávamos chegando no colégio, e eu estava afim de uma garoto o Caio, ele as vezes dava pinta de que tava afim e as vezes tava lá se engraçando com outras garotas.

Bem estávamos chegando e ele estava na cantina, fui à sala deixei minhas coisas lá e desci correndo pra falar com ele:

- Oi Caio tudo bom?

- Iaé Milla! Tudo ótimo!

Aí chegou a Penélope e ele logo deu um baita beijo no rosto dela, e ainda disse:

-Como vai Minha Princesa?

E ela:

-To ótima meu Lindão!

E ele a abraçou e ficaram lá os dois agarradinhos; Eu não podia continuar ali, eu estava sobrando, então resolvi ir pra sala, me despedi dos dois e subi com a cabeça baixa e muito triste, pois Penélope sabia que eu estava afim dele, e não fez nada para conter aquela situação. Estava indo pra sala quando encontro Beatriz e ela diz:

- Que cara é essa garota? Ta parecendo que veio de um enterro!

-Eu, Beatriz estou no meu enterro!

-O que?

- É isso mesmo, esse enterro é especificamente para o amor, não quero mais amar, agora vou tratar os garotos como se eles fossem quaisquer coisas que entra e sai na nossa vida sem deixar marcas!

-O que foi que houve menina? Faz o favor de me contar!

Então comecei a contar toda a história desde o momento que eu fui falar com o Caio até o instante que Penélope chegou!

-Nossa a Penélope ta doida? Vo lá falar com ela agora mesmo- disse Beatriz com precisão.

-Não, não vá Bia, os deixe como eu disse quero enterrar o amor. Só isso!

-Não Mila, você é a pessoa mais romântica que eu conheço, eu não posso deixar você  fazer isso!

E eu logo disse com exatidão

-Vai Sim Bia, porque eu estou pedindo!

E ela logo entendeu o recado e foi pra sala dela!

Chega a hora da saída, todas nós estávamos quietas, até que a Penélope falou

-Gente eu tenho que falar, o Caio ,sabe aquele gatinho que a Mila tava afim?então ele ta afim de mim ! E aí eu vou em frente ou não?

Aí a Bia num agüentou e soltou:

- Você ainda pergunta se vai em frente? Sinceramente Penélope você não mede seus atos? A sua amiga Camila tava afim dele, e você fica se jogando pra ele, e ainda vem dizer uma coisa dessas na frente de sua amiga?

Eu interrompi:

-Para gente! Eu disse o que pra você Bia?

-ah mais eu não agüentei Mila me desculpe!. -Disse a Bia.

permalink

continuação...  escrito em terça 09 dezembro 2008 19:03


A Camila se sentiu mal por aquela situação, e viu que tinha o dever de pedir desculpas a mim:

-Camila minha amiga me desculpa, mas você sabe como eu sou, eu não agüento ver um gatinho que eu ajo assim sem medir as conseqüências.. Perdoa-me amiga!

E eu não tinha como não perdoar, afinal estava se tratando da minha melhor amiga, aquela que estava comigo sempre em todos o momentos, então eu disse:

-Claro que eu perdoei você Penélope, mas da próxima vez olha bem os gatinhos viu?

Ela respondeu:

-Pode deixar promessa feita!

E todas nós nos abraçamos e foi uma alegria que só!

Cheguei em casa e aquela idéia de esquecer o amor ainda estava na minha cabeça, subi as escadas depressa nem falei com a minha mãe, fui direto ao meu quarto, estava decidida a cumprir a promessa de esquecer o AMOR, mas olhei pro lado e vi na minha estante os poemas dos mais famosos escritores que falavam sobre o amor! Como Esquecer? Se sempre fui uma eterna apaixonada por Carlos Drummond de Andrade e as suas “Sem razões do amor”, entre outras maravilhas poéticas que tratam do Romantismo, então pra esquecer tudo isso resolvi por todas aquelas páginas de beleza incomparável em uma caixa, era duro ver cada livro, cada poema sendo posto em um lugar que ficaria esquecido! Naquela tarde eu não me contive, chorei muito, Mas já estava decidida, não podia continuar acreditando em algo que pra mim até esse momento foi inalcançável!  

Era manhã de terça-feira, eu estava diferente, minhas atitudes seriam outras! Eu desprezava os garotos, falava mal de todos, não tinha mais o coração acolhedor, minhas amigas não me reconheciam! E a toda hora me perguntavam se aquela menina era realmente Camila Castro! E eu respondia:

-É claro! Aqui agora é a nova Camila, e vocês vão ter que aprender a conviver com ela!

E saía da companhia das meninas, durona por fora mais desolada por dentro!

permalink

Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para romances

Precisa estar conectado para adicionar romances para os seus amigos

 
Criar um blog